BrandYou & Segmentação: encontre e explore seu território

Em marketing o conceito de segmentação é muito bem estabelecido e pode ser pensado de diversas formas interessantes (usando várias bases de dados para isso), que ajudam as marcas a definirem com mais propriedade seu mercado e quem esperam atingir. A mesma ideia serve para pensar segmentação e #brandyou.

Como a gente bem sabe, BrandYou é a concepção de que sua marca pessoal é tão relevante para sua carreira, quanto suas próprias competências. Enquanto que as competências sustentam sua atividade, o BrandYou torna tais elementos comunicáveis e relevantes para uma audiência significativa.

Segmentar

A ideia aqui é que você tem condições de explorar um território específico de competências, habilidades e conhecimentos que fazem parte da sua história e, principalmente, da sua formação acadêmica e experiência profissional.

Comece pensando – eu acho sempre mais proveitoso – do campo maior para o campo menor de conhecimento. Vejamos meu exemplo: Comunicação Social -> Publicidade e Propaganda – > Branding -> BrandYou (psicanálise e semiótica). Outro exemplo interessante: Tecnologia da Informação -> TI para Varejo -> Processos de Automatização no PDV -> Processos Mobile de Automatização no PDV.

Percebeu como é possível chegar a territórios bem nichados? Agora, faça o exercício de reflexão indicando sua: Grande Área; Área de Formação/Atuação; Área de Experiência Profissional e Área Nicho.

A partir da definição da sua área nicho, o foco deverá ser o de melhorar sua especialização, então invista em atualizações (acompanhamento de grupos no linkedin), cursos, eventos, congressos, trocas de experiências, leituras etc. Quanto mais especializado, mais interessante você se tornará para o mercado, porém não se esqueça de que algumas competências paralelas são importantes para sua atividade profissional e devem ser aprimoradas.

Segmentação e Ação

Muito bem! Tendo definido seu nicho e se especializado com solidez, o momento é de traduzir essa visão estratégica em ganchos que captem sua audiência.

Importante: tenha certeza que é um nicho rentável e que lhe trará oportunidades futuras.

Comece revisando sua designação profissional, resumo no linkedin e no seu CV, ou em outra mídia social relevante para sua carreira. Por exemplo, talvez seja importante alterar o seu cartão de visita pessoal e se não tiver um, então mande fazer.

O linkedin aceita a inclusão de hashtags no resumo, o que pode ser uma ótima forma de aumentar suas chances de ser encontrado. Além disso, revise as competências que indicou nessa rede e veja se estão adequadas com o nicho que pretende atingir.

Lembre-se: coerência é importante para transmitir uma imagem positiva e sólida para os recrutadores que normalmente buscam informações sobre os candidatos em suas mídias sociais, especialmente, no linkedin.

Em relação as competências, também, é possível hierarquizá-las – sendo assim, as primeiras devem ter relação direta com o nicho. Deixe as habilidades, como conhecimento de algum software, para o final e sempre valorize o que for competência (saber dirigir carro é uma habilidade, competência é ser motorista de Fórmula 1; habilidade é falar um idioma, competência é ter fluência nele).

Segmentação e suas Vantagens

Algumas vantagens de ter uma boa segmentação e saber como explorá-la:

  • Poder se tornar um expert no seu nicho com mais facilidade;
  • Especialização, via de regra, traz credibilidade;
  • Credibilidade, via de regra, traz bons convites profissionais;
  • Aumentar as chances de ser encontrado pelos recrutadores;
  • Valorizar sua imagem na empresa onde trabalha.

Bom, espero que a leitura tenha sido proveitosa e, como sempre, foco no sucesso e não se esqueça #personalbranding é uma trilha em constante construção.

Dr. Fábio Caim

– sugestões e experiências: fabiocaim@uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *